Missão, Visão e Ideário.

 O Colégio do Bom Sucesso é uma instituição particular sem fins lucrativos que, pertence à Fundação Obra Social das Religiosas Dominicanas Irlandesas e rege-se pelos princípios e valores da Ordem das Dominicanas, nos quais assentam os princípios educativos da sua ação.

Missão: O Colégio do Bom Sucesso tem como missão proporcionar uma educação integral, no respeito por valores humanos essenciais, visando a vivência de uma plenitude cristã inspirada no lema dominicano a VERDADE.

 

Visão: Manter a força da história da instituição e da tradição católica estabelecendo objectivos e desenvolvendo acções que, a médio prazo, promovam a modernidade e potenciem os resultados dos alunos, situando o Colégio entre os 15 melhores de Lisboa.

 

Declaração de Princípios Orientadores e Valores Fundamentais

1. Filosofia.

     O Colégio do Bom Sucesso é uma escola cristã segundo a tradição católica, que baseando a sua ação na tradição da Educação Dominicana se preocupa fundamentalmente com o desenvolvimento integral do indivíduo. O lema dominicano, a VERDADE, inspira todo o trabalho dos educadores do Colégio. É o principio orientador que norteia toda a Comunidade (Irmãs, Professores, Alunos, Pais, Empregados, Antigos Alunos).

2. Política.

     A atividade pedagógica conduzida no Colégio do Bom Sucesso tem por finalidade proporcionar aos seus alunos uma educação integral, no respeito por valores essenciais e visando a vivência de uma plenitude cristã na sua vida quotidiana. A educação religiosa faz parte integrante do currículo do Colégio e tem uma importância fundamental.

Objetivos fundamentais da ação educativa:

 * Cultivar o respeito pelos valores essenciais expressos no Ideário do Colégio;

 * Explorar todos os meios suscetíveis de conferirem eficiência à ação pedagógica;

 * Conseguir um elevado aproveitamento dos alunos nas várias áreas de ensino;

 * Proporcionar à área pedagógica um apoio eficiente por parte da área administrativa, por forma  a garantir o

    melhor rendimento;

 * Estimular em todos os membros da Comunidade Educativa um elevado espírito de corpo e de orgulho pelo

    Colégio que representam.

3. Os Alunos.

     O Colégio valoriza a importância especifica de cada indivíduo. No intuito de viverem uma vida plenamente cristã, os alunos devem ser educados no aperfeiçoamento de todas as facetas do seu potencial: intelectual, cultural, cívico, físico, moral e espiritual.

O ensino no Colégio procura cultivar nos seus alunos os seguintes valores:

   * o amor permanente pela verdade;

   * o sentido de responsabilidade, que impõe o compromisso com a justiça, a reconciliação e a paz;

   * o sentimento de serviço em prol do coletivo:

   * o espírito de confiança, independência e iniciativa;

   * a capacidade de pensar de forma construtiva, de optar criteriosamente e de assumir a responsabilidade da

      escolha.

4. Os Pais.

     O Colégio considera fundamental o papel dos Pais como primeiros educadores dos seus filhos. Os professores são apenas coeducadores.

     A colaboração dos Pais com o Colégio, pode trazer as maiores vantagens ao processo  educativo.

     É com base na VERDADE que se entende a colaboração dos Pais que, confiando e cooperando com o Colégio, devem zelar pelo bem-estar físico e emocional da criança, ajudando-a a crescer em harmonia.

5. Os Professores.

     Os Professores devem compreender e participar plenamente na execução da política educativa do Colégio. Isto requer não só competência profissional e dedicação pessoal, como também um compromisso com o espírito católico da escola.

As suas principais prioridades deverão voltar-se para: 

   * o desenvolvimento e manutenção do amor pela aprendizagem e pelo pensamento crítico e independente; 

   * a  preocupação de inculcar nos alunos o respeito pela vida, ajudando-os a refletir na experiência não só do

      sucesso mas também do fracasso;

   * a valorização profissional e a partilha de ideias e experiências educativas, que conduzem ao envolvimento 

      responsável na tomada de decisões e a uma equipa de ensino bem integrada;

   * a criação de um ambiente de bom relacionamento e respeito mútuo.

6. A Comunidade Escolar.

     O ambiente da escola reflete a harmonização das ações dos educadores e das atividades e comportamentos dos alunos. Só da permanente interação de uns e outros se poderá obter o maior rendimento da ação educativa.

Princípios Educativos

     O programa educativo dominicano tem como principal finalidade o desenvolvimento integral da pessoa humana. Através da ação educativa procura-se ajudar a criança a desenvolver as suas potencialidades de modo a permitir-lhe viver em plenitude cristã.

     A formação ministrada no Colégio privilegia as seguintes áreas fundamentais:

1. Educação Intelectual e Cultural.

    a. Proporcionando ao aluno um plano de estudo que abranja um vasto campo de interesses sobre conhecimentos teóricos e práticos, sendo harmonioso, completo e dinâmico, reajustado às necessidades de cada momento, tendo como complemento avaliações, exames, informação e orientação escolar.

    b. Facultando a utilização de métodos modernos – técnicas audiovisuais, trabalhos de grupo, visitas de estudo – o que contribui para a criação de condições propícias à aprendizagem.

    c. Ajudando o aluno a adquirir as capacidades básicas de aprendizagem e comunicação que lhe permitam enfrentar os desafios da vida contemporânea, tais como:

   - Usar corretamente a língua materna para pensar, aprender e comunicar;

   - Investigar, organizar e registar com clareza informação recolhida em fontes de natureza diversa;

   - Dominar duas línguas estrangeiras;

   - Utilizar as novas tecnologias;

   - Enquadrar acontecimentos, situações e culturas em quadros de referência históricos e geográficos;

   - Aplicar conhecimentos adquiridos em situações da vida quotidiana.

    d. Procurando enriquecer os horizontes culturais através de atividades musicais, excursões, exposições, contactos com diversas comunidades, etc., ajudando a criança a identificar e apreciar diferentes elementos culturais e estéticos e sensibilizando-a para a defesa do património e da cultura nacionais.

    e. Desenvolvendo o espírito criativo através de atividades como exposições, teatro, música, artes plásticas, dando oportunidade às iniciativas propostas pelas crianças e possibilitando a compreensão e utilização de formas de expressão não verbal.

2. Educação Cívica.

    a. Promovendo o espírito comunitário que conduz ao respeito por si próprio e à tolerância e respeito  pelos outros.

    b. Proporcionando reuniões periódicas e contactos informais que ajudem o jovem a compreender  o seu lugar na Comunidade Educativa e a desenvolver o sentimento de solidariedade e respeito pelo coletivo.

    c. Ensinando o aluno a trabalhar em cooperação com os outros, bem como a saber cumprir e analisar criticamente regras necessárias ao viver social.

3. Educação Física.

    a. Desenvolvendo as aptidões físicas e o espírito de equipa num ambiente saudável de competição e auto-disciplina, através da prática de desportos de equipa.

4. Educação Moral e Religiosa.

    a. Ajudando o aluno a realizar-se de acordo com a sua dignidade de ser humano e a utilizar inteligentemente a sua liberdade.

    b. Levando-o a tomar iniciativas, a encarar a vida como ser humano responsável, a tornar-se independente, a tomar decisões conscientes e a assumir a responsabilidade da suas opções.

    c. Dando-lhe uma educação religiosa, experimentando e aprofundando uma vivência real da Fé em que foi batizado.

    d. Transmitindo-lhe o sentido da sua missão como Cristão e do seu testemunho dos valores cristãos junto dos outros homens.

    e. Preparando-o para poder identificar os critérios religiosos e morais da Mensagem Cristã usando-os como orientação na resposta às questões levantadas pela realidade humana.

    f. Ajudando-o a  desenvolver um espírito de oração e culto, a aprofundar a sua resposta a Deus, a reconhecer Cristo como o centro das suas vidas e a crescer na compreensão e amor da Igreja de Jesus Cristo, de acordo com a tradição de S. Domingos.